Superando a crise com o Marketing Digital

Vivemos um período singular de nossa história: nunca foi tão fácil compartilhar informações. As redes tradicionais de comunicação, como jornais e televisão, não detêm mais o monopólio das notícias e professores e bibliotecas não detêm mais o monopólio do saber.

Vivemos a era do streaming, onde não nos apetece mais consumir uma programação pré-definida (por mais variada que seja), mas sim desfrutar de nossas próprias preferências no melhor momento do dia.

A forma como interagimos com o mundo mudou.  E, tendo em vista sua natureza social, o ser humano constantemente molda e é moldado pela realidade à sua volta. Então, nada mais justo que a forma pela qual o mundo interage conosco também mude. E é aí que entra o marketing digital, que consiste, basicamente, em uma série de ações via meios digitais (como redes sociais) adotadas por uma empresa, para atrair clientes e, dessa forma, vender melhor seus produtos e serviços.

Em um mundo hiper conectado como o nosso, essa estratégia de prospecção tem sido cada vez mais utilizada pelas marcas, uma vez que elas percebem a necessidade de ocupar esse segmento e, consequentemente, alcançar sucesso e longevidade. Mas quais benefícios o marketing digital traz?

Diferente de uma abordagem mais tradicional, o marketing digital promove primeiramente uma maior interatividade com o potencial cliente. O foco foi deslocado do produto para a experiência da compra, tendo em vista que as empresas precisam apostar em produzir um conteúdo de valor para manter o público sempre engajado e interessado.

Além disso, outro grande benefício de ter um canal ativo nas mídias sociais é o fato de que, com a tecnologia como facilitadora, se tornou muito mais fácil a obtenção e mensuração de dados importantes acerca de hábitos do consumidor e estratégias de mercado. Poder colher essas respostas e analisá-las sem muita dificuldade, torna as próximas ações da empresa muito mais assertivas.

Não somente isso, mas o alcance de uma abordagem digital e a possibilidade de direcionar mais facilmente sua campanha para um público específico também são fatores fundamentais para tornar essa prática extremamente popular e efetiva. O barateamento de custos também desempenha uma função importante nesse aspecto.

E NA PANDEMIA? O QUE MUDA?

A urgência! Todas as razões citadas acima se destacam ainda mais durante o momento de crise em que vivemos. Apesar dos protocolos sanitários em algumas cidades do Brasil estarem permitindo gradualmente a reabertura da economia, é fato que todos esses meses de quarentena são capazes de destruir um negócio se ele não for capaz de se reinventar. Por isso, é especialmente importante voltar os olhos para os meios digitais e ocupar esse espaço o quanto antes.

Para ilustrar como esse cenário de crise está sendo caótico, basta observar os prejuízos históricos que os setores de indústria e serviços estão tendo e a ascensão alarmante de trabalhadores desempregados, que muitas vezes recorrem à informalidade para garantir seu sustento.

Porém, nem tudo é o fim do mundo. Basta observar também quais empresas e setores não só estão sobrevivendo, mas se beneficiando da pandemia. Os exemplos mais nítidos são os negócios em home office, empresas de streaming, plataformas de videoconferências como o Zoom, cujas ações dispararam durante o isolamento, e marcas com forte presença nas mídias sociais, uma vez que prospecção e vendas presenciais se encontram impossibilitadas para grande parte dos empreendimentos.

COMO IMPLEMENTAR NA MINHA EMPRESA:

Agora que você já entendeu a importância do marketing digital para o seu negócio, especialmente durante a pandemia do coronavírus, como implantar esse método? Bom, esse é um tema complexo, já que existem diversas estratégias e vertentes que você pode seguir para prospectar clientes através do marketing digital. Mas, de maneira geral, você pode seguir os seguintes passos:

  1. Saiba o que você quer: Nenhum negócio sobrevive por muito tempo caso não haja uma visão clara do que se quer alcançar e o porquê. Estabeleça objetivos e os categorize em metas mensuráveis para que haja um senso de progresso e uma organização eficaz das tarefas.
  2. Entenda seu público: Se você quer atuar no ambiente digital, esse fator é especialmente importante, já que você precisa ter em mente quem você quer atingir e qual mídia é mais indicada para isso. Não adianta (na verdade, muitas vezes só atrapalha) estar presente em todas as redes sociais possíveis se o retorno é interessante apenas em uma. Para isso, é preciso entender os hábitos dos seus potenciais consumidores e atuar em cima disso.
  3. Aprenda com quem já sabe: Para ser bem sucedido, precisamos evitar perguntas como “o quê fazer” ou “como fazer” e adotar outras como “quem pode me ajudar com isso?”. Entender como a concorrência e cases de sucesso do ramo se comportam vai ajudar a clarificar seu caminho em direção ao objetivo.
  4. Defina um perfil: Depois de entender o que funciona e o que não funciona, estabelecer metas e mirar em um público específico, você deve construir uma identidade para sua marca, tanto visual como textual. Se você se comunicar de maneira consistente e adequada para os seus fins, já é meio caminho andado.
  5. Tenha calendários editoriais: Sua mídia social não é uma mera vitrine onde você apenas coloca um produto com o preço. É fundamental produzir conteúdo acerca do tema que deixe seu público sempre interessado e engajado no seu perfil. Assim, será muito mais fácil transformar seguidores em clientes.
  6. Entender que só não erra quem não faz nada: Você vai errar, e muito. Viver é sinônimo de errar. Não se deixe desanimar por um resultado negativo. Errar significa que você está tentando algo. Aprenda com seus resultados, positivos ou negativos. Tenha humildade para pedir ajuda ou para dar um passo para trás se necessário. Saber onde quer chegar é fundamental aqui também, pois não é todo dia que estamos motivados, mas precisamos sempre de consistência e aprendizado para crescer.

Essas foram algumas dicas direcionadas ao gerenciamento de mídias. Mas pode ter certeza de que isso é apenas a ponta do iceberg. Por isso, é sempre interessante estudar e se capacitar nas diversas facetas do marketing digital. Nossa dica é para que você, de início, aproveite cursos e plataformas gratuitas como a Rock Content e que não tenha receio em buscar profissionais da área que possam te dar uma ajuda mais direcionada, como é o caso dos nossos serviços de marketing que têm tido uma procura muito grande nesses meses de quarentena.

Em suma, o importante é nunca deixar de inovar e nunca deixar de evoluir. É preciso perceber as oportunidades e plantar sementes que darão frutos lá na frente ou as consequências podem ser desastrosas. Lembre-se sempre: depois da tempestade vem a calmaria. Como você quer estar quando tudo isso passar?

  • Por Tiago Almeida

O QUE ACHOU DO ARTIGO?

Deixe suas dúvidas nos comentários ou entre em contato conosco para que possamos ajudá-lo! Você também pode agendar um diagnóstico gratuito clicando aqui ou entrando em contato através do telefone (71) 98218-2625.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cresça seu Negócio com Nossos Materiais

Em um mundo cada vez mais digital e exponencial, estar conectado a todas as tendências de gestão é um imenso desafio. Mas, existem opções confiáveis e a Primus Consultoria é uma delas.
Deixe seu e-mail e esteja sempre atualizado.