Melhoria contínua: Como e porque as empresas precisam dessa estratégia

Com ritmo acelerado que o mundo vive, é necessário que as empresas estejam em constante mudança para que consiga atender as demandas do mercado. Dessa forma, é necessário estar sempre desenvolvendo técnicas de melhoria contínua para melhorar/renovar seus produtos, serviços e/ou processos. Sendo assim, a empresa consegue se manter competitiva no mercado, atendendo as exigências dos seus clientes. Portanto, os processos de melhoria contínua têm como intuito aumentar a eficiência dos processos e a satisfação dos clientes.

Os 3 fatores da melhoria contínua

O primeiro fator é o da continuidade. Como o próprio nome já diz, o processo de melhoria deve ser contínuo pois, dessa forma, é possível analisar e estudar o que está sendo melhorado, buscando uma constante melhora do processo. Resumidamente, se trata de um processo cíclico. O segundo fator é que o processo de melhoria contínua deve ser um aspecto cultural de muita força, pois para que uma empresa busque sempre a melhoria dos processos, é necessário que essa mentalidade esteja muito bem enraizada na cultura organizacional da empresa. Já o terceiro fator que caracteriza a melhoria contínua é de que as mudanças devem beneficiar todos da empresa, não podendo trazer benefício somente para uma única área. 

Ou seja, as melhorias devem englobar todas as áreas e/ou processos de uma empresa, podendo ser atingidas através de diversas metodologias/ferramentas que irão padronizar os processos, os antigos e os novos.

 

Ferramentas mais utilizadas

Para realizar a melhoria contínua, é possível utilizar diversas ferramentas. Nesse post, iremos trazer as mais utilizadas nas empresas:

– PDCA:

Todo e qualquer processo de melhoria contínua deve utilizar a ferramenta PDCA. Isso acontece porque os processos devem ser contínuos e, dessa forma, respeitem as etapas do PDCA. As etapas são plan na qual há o planejamento das atividades que serão realizadas, do será o momento que serão realizadas as atividades planejadas, check será a fase na qual haverá a checagem dos resultados e verificação se houve ou não os resultados desejados. Caso o resultado tenha sido o esperado, o ciclo continua para a fase act na qual haverá a padronização das atividades. Dessa forma, o administrador mantém o processo de melhoria contínuo no ciclo PDCA e, consequentemente, faz com que a empresa se mantenha em constante processo de inovação.

5S:

Essa é uma ferramenta japonesa a qual é pautada por cinco sensos: de padronização e saúde, de organização, de limpeza, de disciplina ou autodisciplina e de utilização. Ela tem como objetivo promover uma ordem do funcionamento dos processos da empresa e do ambiente de trabalho. Dessa forma, é possível aumentar a produtividade e melhorar os resultados da empresa.

– KAIZEN:

A kaizen é uma das ferramentas mais conhecidas utilizada no processo de melhoria contínua. Ela propõe uma mudança de mindset das pessoas, tanto no nível pessoal quanto profissional. Sendo assim, a kaizen tem o seu foco nas pessoas já que são elas que executam as atividades da empresa. Essa ferramenta tem como intuito a diminuição de desperdícios e na utilização de ferramentas que visem tornar os processos mais efetivos e criativos. 

– GEMBA WALK:

Gemba é um termo em japonês que pode ser traduzido de várias formas, sendo uma delas “local de trabalho”. Ou seja, a técnica de gemba walk consiste nos gestores (gerentes e supervisores) irem até o “local de trabalho” constantemente para observar e identificar oportunidades de melhoria. A ideia por trás dessa técnica é que, dessa forma, os administradores possam fazer uma gestão estratégica do ambiente de trabalho e, assim, realizando o processo de melhoria contínua constantemente. Dessa forma, os gestores conseguem apresentar pequenas melhorias, de baixo custo e risco, mas que causarão grande impacto para o meio de trabalho. 

São muitas as ferramentas que auxiliam na melhoria contínua de uma empresa, as que foram abordadas nesse texto são apenas alguns exemplos. Cabe ao gestor identificar quais serão as ferramentas que melhor se encaixam na empresa e aplicá-las, para que possa aumentar a eficiência dos processos e, assim, se inovando para atender as exigências do mercado.

  • Por Thiago Brandão

O QUE ACHOU DO ARTIGO?

Deixe suas dúvidas nos comentários ou entre em contato conosco para que possamos ajudá-lo! Você também pode agendar um diagnóstico gratuito clicando aqui ou entrando em contato através do telefone (71) 3273-8508.

Comentários

  • VICTOR LAGE DE ARAUJO

    agosto 06, 2019

    Ótimo conteúdo, sucinto e objetivo.

  • VICTOR LAGE DE ARAUJO

    agosto 06, 2019

    Ótimo conteúdo: sucinto, objetivo e atraente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cresça seu Negócio com Nossos Materiais

Em um mundo cada vez mais digital e exponencial, estar conectado a todas as tendências de gestão é um imenso desafio. Mas, existem opções confiáveis e a Primus Consultoria é uma delas.
Deixe seu e-mail e esteja sempre atualizado.