5 estratégias de marketing digital que vão aumentar o lucro da sua empresa

Atualmente, com o avanço das tecnologias de informação e a constante navegação na Internet para os diversos serviços, o uso do Marketing Digital se faz essencial para a venda de produtos ou serviços.

Inicialmente, é preciso compreender que os clientes desejam, cada vez mais, ser ouvidos, ter envolvimento, respeito, interação e engajamento – não apenas “comprar” produtos. As empresas devem abrir espaço para uma relação mais próxima, a qual ultrapasse apenas as vendas, possibilitando a fidelização dos clientes através deste relacionamento.

Trouxemos as estratégias do marketing digital mais utilizadas para que a sua empresa possa fazer parte desta realidade e concorrer adequadamente no mercado, ganhando vantagem em relação aos seus concorrentes:

 

1 Utilize site e plataformas digitais

Pode parecer algo simples e de conhecimento de muitos, porém é essencial falar sobre a importância que um site traz a qualquer empreendimento.

Poucas pessoas hoje comprariam algum produto sem antes consultarem a Internet. Essa se tornou uma atitude básica para a maioria das ações de compra, pois na web, o cliente procura o que deseja e busca as empresas que podem atendê-lo da melhor forma.

 

2 Posicionamento de busca

É estritamente necessário que a empresa, seja de pequeno, médio ou grande porte, possua um site e páginas em redes sociais. Através destes canais, devem ser passadas informações relevantes sobre a empresa e também assuntos que envolvem o produto/serviço, com o intuito de gerar tráfego para o site.

O Marketing de conteúdo está diretamente ligado ao Marketing digital, onde a criação de conteúdos informativos para os possíveis clientes traz uma maior visibilidade para sua marca e, consequentemente, maior credibilidade para a mesma. Esta ação é crucial no e-commerce, pois, através disso, é possível fazer o cliente vir até você.

Nos dias de hoje, o Google Brasil detém 94% no ranking dos buscadores mais utilizados do país. Portanto, possuir um site onde o seu conteúdo esteja na primeira página é fundamental. Há duas formas de fazer com que o seu site obtenha uma alta visibilidade na busca do Google:

 

– SEM- Search Engine Marketing (Busca Paga):

Segundo o estudo do Google Search, 100% das pessoas olham as primeiras linhas de resultado da página e depois começam a ler apenas o início das linhas seguintes. Forma-se assim, um triangulo invertido (Golden Triangle ou “triangulo de ouro” de busca), o qual representa as áreas “quentes” de visualização.

Esse triangulo invertido, é a localização-chave para obter a visibilidade necessária para a sua empresa, sabendo-se que a maior parte das pessoas não passam da primeira página de pesquisa.

Para que possibilitar o uso deste serviço, é feita a compra da palavra-chave desejada através de um leilão. Quanto mais buscada a palavra, mais cara ela se torna. Assim, após a compra da palavra-chave, o seu site aparecerá nos anúncios, nos primeiros locais na primeira página.

– SEO – Search Engine Optimization (Busca Orgânica):

Já com a busca orgânica, é possível que o seu site esteja entre os primeiros links sem que haja a necessidade de pagar por palavras-chaves. Esta ação, porém, é mais complicada de se alcançar. Isto porque depende de uma série de fatores, sendo o principal deles o ranking do seu site em relação a determinado assunto. Essa relevância é determinada por algoritmos do Google, que definem a importância de determinado site para uma pesquisa realizada.

Portanto, mesmo essa busca não sendo paga, não é “barato” estar entre os primeiros.

3 Email Marketing

Outra estratégia muito utilizada pelas empresas é o e-mail Marketing. Mesmo sendo um dos instrumentos mais antigos do mundo digital, ainda é muito usado em campanhas de comunicação para gerar relacionamento e engajamento com o seu público.

Trata-se de emails que você pode enviar para o seu cliente. Estes podem conter informações sobre novos produtos, possíveis eventos realizados pela sua empresa ou até um “feliz aniversário”. O objetivo principal é manter a memória do cliente, perante a sua marca, sempre ativa.

Essa é uma ótima estratégia, caracteristicamente ágil e fácil, que traz apenas benefícios para a sua empresa.

 

4 Marketing Viral

O marketing viral pode ser considerado como uma consequência de estratégias que levam as pessoas a retransmitirem mensagens para amigos, conhecidos e demais integrantes das suas redes de contato. Essa classificação se dá pelo poder de repassar as mensagens, com rapidez, para um grande número de pessoas, sendo similar a uma epidemia. É importante pontuar que oferecer prêmios ou vantagens para quem retransmitir uma mensagem não é marketing viral.

Um exemplo disso, foi o Ice Bucket Challenge ou Desafio do Balde de Gelo, onde foi feita uma campanha da ASL Association, organização americana dedicada à pesquisa, conscientização e assistência a vitimas de esclerose lateral amiotrófica (ELA). Este desafio foi lançado com o objetivo de arrecadar doações, além de disseminar o conhecimento da doença. A regra era simples: quem fosse desafiado deveria jogar um balde de água com gelo na própria cabeça ou doar 100 dólares para a para a ASL Association.

Essa campanha, dentre muitas outras, deu certo, impactando milhares de pessoas e não trazendo muitos custos para as empresas que começam com a ideia.

 

5 CRO Marketing

O papel do Call to Action (CTA) é servir de ponte para essa ação. É uma forma de otimizar o seu site para converter mais clientes, sem precisar aumentar o fluxo de visitantes. Resumindo: os Call to Action servem para indicar o próximo passo que você quer que o visitante realize, colocando as informações de forma estratégica e indicando onde ele deve clicar para conhecer melhor o produto ou serviço em questão.

Desde o momento que abrimos uma página (ou olhamos para um anúncio) até o momento em que decidimos agir, passamos por diferentes etapas. Cada uma dessas etapas exige cuidados próprios e seu site deve estar preparado para atingir os objetivos específicos de cada passo:

. Atenção: momento em que conquistamos a atenção exclusiva de um visitante e fazemos com que ele continue a navegação.

. Interesse: obtida a atenção, o visitante tem a primeira impressão sobre o que está olhando e toma a decisão de procurar por mais informações sobre a oferta.

. Desejo: neste momento, é feita uma análise mais detalhada da oferta, procurando seus benefícios e características para certificar-se de que ela atende às necessidades.

. Ação: por fim, com a decisão tomada, é realizada a ação da conversão.

Os Call to Actions costumam auxiliar, principalmente, nas etapas de Atenção e Interesse (que duram poucos segundos) e na Ação, que muitas vezes é o próprio ato de clicar no CTA.

Através dessa organização estratégica do seu site, é possível captar mais clientes, sem precisar aumentar o seu fluxo. Além disso, é fácil execução e não há custos adicionais.

A utilização destas estratégias é essencial para qualquer empresa que deseje posicionar-se no mercado digital. Isso ocorre porque os clientes convencionais e, principalmente, os potenciais clientes estão localizados no ambiente digital, bem como as empresas concorrentes. Não se trata mais de uma tendência, e sim, de parte da estratégia da grande maioria das empresas.  A palavra-chave não é revolução, e sim evolução.

Fonte: Livro – Estratégias do Marketing Digital e e-commerce

 

Por Maria Isabela Barcelar

 


O QUE ACHOU DO ARTIGO?

Deixe suas dúvidas nos comentários ou entre em contato conosco para que possamos ajudá-lo! Você também pode agendar um diagnóstico gratuito clicando aqui ou entrando em contato através do telefone (71) 3273-8508.

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cresça seu Negócio com Nossos Materiais

Em um mundo cada vez mais digital e exponencial, estar conectado a todas as tendências de gestão é um imenso desafio. Mas, existem opções confiáveis e a Primus Consultoria é uma delas.
Deixe seu e-mail e esteja sempre atualizado.