Ciclo PDCA: Uma ferramenta de gestão excelente para o aprimoramento de processos

Você conhece ou já ouviu falar sobre a ferramenta de gestão chamada de Ciclo PDCA? Essa incrível ferramenta proporciona uma melhora contínua de processos, através de planejamento e medição de resultados.

O Ciclo PDCA é uma sigla que representa Planejar-Desenvolver-Checar-Agir. Esse método interativo tem o principal objetivo melhorar processos e produtos de forma prática e constante. Sua estruturação consiste no andamento e estruturação desses quatro pilares citados.

O PDCA é também conhecido como o ciclo de Demins ou Shewart, e se tornou conhecido nos anos cinquenta graças a Edwards Deming, considerado o pai do controle de qualidade nos processos produtivos.

COMO POSSO APLICAR O PDCA NA MINHA EMPRESA?

 

Como já dito anteriormente, o PDCA se trata de um ciclo, ou seja, não tem um fim determinado, sempre visando o aprimoramento dos processos. O intuito vai além de entender como o problema surge, mas sim a solução, focando na causa e não nas consequências.  A sua ordem depende diretamente de suas siglas, como mostra abaixo:

 

PLANEJAR (P): O planejamento é onde deve estar voltado todo o foco estratégico da ferramenta. É a fase na qual o problema é constatado e são identificados os objetivos e as metas do ciclo. Geralmente os gestores optam por estabelecer três passos para um planejamento efetivo.

 

  • 1ª FASE: DEFINIR O OBJETIVO DO CICLO;
  • 2ª FASE: ESCOLHER O MELHOR CAMINHO PARA CUMPRIR OS OBJETIVOS;
  • 3ª FASE: DEFINIÇÃO DO MÉTODO;

Além disso, nessa etapa são escolhidos os profissionais nos quais irão liderar o processo. Vale ressaltar que uma boa elaboração do ‘PLANEJAR’ evita falhas e perdas de tempo desnecessárias nos níveis seguintes.

 

FAZER (D): Agora que você já definiu o planejamento ideal para o processo, é hora de colocá-lo em prática. Essa etapa consiste no ato de execução do nível anterior. Costuma ser a etapa mais importante da ferramenta, e por conta disso, os gestores optam por disponibilizar diversos treinamentos para os profissionais envolvidos. Diante dos resultados obtidos nesse nível, é possível decidir se o ciclo será evoluído para a fase seguinte. No caso de haver imprevistos ou falhas, é recomendável que volte ao anterior e organize novamente o planejamento.

 

CHECAR (C): O terceiro passo é a verificação dos resultados alcançados e dos dados coletados. Nessa etapa é necessário fazer um monitoramento sistemático de cada atividade. Diante dos resultados obtidos, é possível realizar uma comparação entre os objetivos primários estabelecidos no início do projeto, e os marcos alcançados. Essa comparação permite identificar possíveis gargalos que podem ser sanados em um próximo ciclo, assim como oportunidades de melhoria.

 

AGIR (A): No caso de todas as metas serem atingidas, essa fase torna o plano aplicado como padrão. Caso algo não tenha saído como planejado, é hora de agir corretivamente sobre os pontos que impossibilitaram o alcance de todas as metas estipuladas. Após feita uma análise detalhada, é preciso realizar ajustes, corrigindo falhas e implantando melhorias. Dessa forma o ciclo pode ser reiniciado, visando o seu principal objetivo de melhoria contínua.

DEPOIS DE ENTENDER O QUE É O CICLO PDCA, QUAIS SÃO AS VANTAGENS DE SUA UTILIZAÇÃO?

  • Permite uma maior confiabilidade e eficácia na execução das atividades de uma empresa;
  • Propõe uma forma otimizada e contínua de análise e controle das etapas do processo produtivo;
  • É de simples aplicação e entendimento;
  • Busca a melhoria contínua do processo;
  • As etapas podem ser totalmente adaptadas para a realidade da empresa;
  • Pode ser utilizado com outras ferramentas. A exemplo do 5W2H e análise SWOT.

CASE DE SUCESSO COM A METODOLOGIA PDCA:

TOYOTA

Na Toyota, o PDCA é a base do modelo de gestão e ganhou o mundo como o STP – System Toyota Production e recebeu vários sinônimos, entre eles: manufatura enxuta, modelo Toyota de melhoria contínua, produção enxuta, pensamento lean, entre outros. Todos os sinônimos recebidos são a prova de que o PDCA, por essência, é sinônimo de melhoria contínua e embora já com meio século de existência, ainda é uma ferramenta incrível. Por muitos anos a metodologia foi a solução para transformar a empresa e seus gestores numa máquina de superação e melhoria de sua liderança, de seus processos, e no desenvolvimento de pessoas, obtendo consistentemente melhora em seus resultados.

  • Por Igor Pereira

O QUE ACHOU DO ARTIGO?

Deixe suas dúvidas nos comentários ou entre em contato conosco para que possamos ajudá-lo! Você também pode agendar um diagnóstico gratuito clicando aqui ou entrando em contato através do telefone (71) 98218-2625.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cresça seu Negócio com Nossos Materiais

Em um mundo cada vez mais digital e exponencial, estar conectado a todas as tendências de gestão é um imenso desafio. Mas, existem opções confiáveis e a Primus Consultoria é uma delas.
Deixe seu e-mail e esteja sempre atualizado.