5 DICAS PARA GARANTIR A SAÚDE FINANCEIRA DA SUA EMPRESA

Por Luyan Alves

 

Quem não deseja deixar sua empresa longe do vermelho? Uma missão que não é tarefa fácil, mas muito importante para qualquer negócio, pois é através de uma boa saúde financeira que a empresa sobrevive e gera recursos para adquirir os demais insumos.

Pensando nisso apresentamos 5 dicas que poderão ajudar neste processo, que se colocadas em prática causarão um impacto positivo em seu negócio.

 

1. Entenda seus gastos

Os gastos podem ser matéria-prima, fretes, salários, comissões… Mas você sabe o significado e o que cada um quer dizer para sua organização?  Pois bem, gasto é todo e qualquer sacrifício financeiro realizado dentro de uma organização, podendo ser divididos em:

 

Custos: São gastos aplicados a atividade principal da entidade, para a produção de bens ou serviços. Em uma fábrica de roupas por exemplo, um custo seria o tecido utilizado para confeccioná-las, pois estes serão aplicados na produção das roupas. Para identificar um custo, é interessante se perguntar: Quanto mais eu produzir, mais este gasto aumentará?

Despesas: Consumidos diretamente ou indiretamente para obtenção de receita, ou seja, não estão ligados a atividade principal da empresa. Tendo como base o exemplo acima, uma despesa para a fábrica de roupas seria o frete para transportá-las, tarefa não ligada ao processo produtivo, mas com impacto nas vendas. Para identificar uma despesa, questione-se se o gasto ocorrerá com ou sem a venda.

Investimentos: Gastos destinados a obtenção de bens a longo prazo. No caso de fábrica de roupas, seria considerado um investimento, a aquisição de uma nova máquina para a confecção das roupas.

 

Quanto maior for a produção, maior serão os custos. Se as despesas estão elevadas, isso é um possível sinal que a empresa possui uma estrutura superior ao volume de vendas, ou seja, estão sendo utilizados recursos acima do necessário. Saber classificar e entender todos os gastos da empresa é fundamental para avaliar os resultados obtidos por ela.

 

2. Organize-os

É preciso que você tenha entendido os variados conceitos acerca de gastos para poder organizá-los. O objetivo aqui é que você analise tudo o que acontece em sua organização, pois é a partir da classificação e organização desses gastos que será possível verificar onde estão os problemas e assim traçar planos de ação para resolvê-los, seja na redução dos custos ou no corte de despesas, por exemplo.

 

3. Faça um planejamento eficaz

Um bom planejamento é a chave para o sucesso de qualquer negócio. Segundo Sebrae, um dos principais motivos pelo qual empresas fracassam hoje em dia é justamente pela falta de um planejamento.

Eficácia, de um modo geral, significa fazer o que deve ser feito, e é isto que um bom planejamento deve responder. Contudo, para fazer um planejamento eficaz, é preciso conhecer quais são os recursos atuais (receita, gastos e lucro) e a partir daí traçar caminhos para chegar no objetivo tão esperado.

 

4. Faça um controle efetivo

Após entender os gastos, organizá-los e ter feito um planejamento eficaz, isso tudo não é garantia de chegar ao objetivo. Portanto, é necessário acompanhar e mensurar os resultados obtidos, criando padrões de desempenho para tomar ações corretivas quando necessário. Se você ainda não sabe os benefícios de um bom controle financeiro, clique aqui e veja nosso último artigo.

Uma das formas para fazer esse acompanhamento é através da análise de alguns indicadores, como:

 

Rentabilidade: quanto do investimento feito está se convertendo em lucro.

Lucratividade: quanto da receita (vendas) está se tornando lucro.

 

Também podem ser utilizados demonstrativos, como o Demonstrativo do Resultado do Exercício (DRE), que evidencia o lucro ou prejuízo da empresa, e o Demonstrativo do Fluxo de Caixa (DFC), onde se registram as entradas e saídas no caixa do negócio.

Portanto, para fazer um controle excelente é preciso que ele seja efetivo, pois é através dele que o acompanhamento dos resultados será mensurado.

 

5. Tenha disciplina

Segundo Jim Rohn, um dos grandes motivadores e empresários que os norte-americanos já viram, disciplina é a ponte que une seus objetivos com sua conquista respectiva. Já para Truman Capote, disciplina é a parte mais importante para o sucesso. Portanto, apesar do conhecimento, planejamento e controle é necessário que se tenha disciplina, pois é através dela que alcançamos êxito no futuro.

Quantas vezes não deixamos de fazer alguma coisa porque não considerava aquilo importante? Isso não seria diferente em meio aos negócios. Demandas variadas, diversas reuniões, problemas diários… Porém, para tantas exigências uma simples palavra resume como fazer tudo isso de forma saudável: disciplina.

 

Algo que um gestor deve sempre se lembrar é:

Conhecer é importante, organizar é necessário, planejar é fundamental, controlar é crucial e ter disciplina é essencial para sua vida de sucesso.”


O que achou do artigo?

Deixe suas dúvidas nos comentários ou entre em contato conosco para que possamos ajudá-lo! Você também pode agendar um diagnóstico gratuito clicando aqui ou entrando em contato através dos telefones (71) 3273-8508 e (71) 98106-4543.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cresça seu Negócio com Nossos Materiais

Em um mundo cada vez mais digital e exponencial, estar conectado a todas as tendências de gestão é um imenso desafio. Mas, existem opções confiáveis e a Primus Consultoria é uma delas.
Deixe seu e-mail e esteja sempre atualizado.